Bancas

Defesa de dissertação de mestrado (PPGCS/UFBA)

Convidamos a todos para a banca de defesa da dissertação de mestrado de Frederico Fagundes Soares, discente do Mestrado em Ciências Sociais da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e integrante do LASSOS, com o trabalho intitulado “A justiça da Polícia: mortes de civis em operações policiais na perspectiva da Polícia Militar da Bahia”, sob orientação da Professora Mariana Thorstensen Possas.

Quando? 27 de junho de 2019, às 14h.

Onde? Sala de audiovisual da Bilioteca Isaías Alves, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA, Campus de São Lázaro – Estrada de São Lázaro, n.º 197, Federação – Salvador/BA.

Banca Examinadora:

  • Profa. Dra. Mariana Thorstensen Possas (PPGCS/UFBA) – Orientadora
  • Profa. Dra. Mariana Raupp (Université Laval) – Coorientadora
  • Prof. Dr. Riccardo Cappi (UNEB/UEFS)
  • Prof. Dr. Luiz Lourenço (PPGCS/UFBA)
Notícias

Chamada – Seminário Violência e Administração de Conflitos do GEVAC/UFSCar [Divulgação]

Até 12 de junho estão abertas as inscrições para a submissão de propostas de trabalho e participação no Seminário Violência e Administração de Conflitos, que ocorrerá de 20 a 22 de agosto de 2019, na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos – SP. O seminário é promovido pelo Grupo de Estudos sobre Violência e Administração de Conflitos – GEVAC, que está completando 10 anos.

Segundo a organização, o “Seminário Violência e Administração de Conflitos propõe exercitar o debate acadêmico nos temas da violência, segurança pública, administração institucional de conflitos, justiça, punição, buscando interpretar as desigualdades existentes nas práticas sociais nesse campo, em especial as desigualdades raciais. Pesquisadores importantes para a área estão convidados para compor as conferências e mesas redondas”.

Os grupos de trabalho são os listados a seguir:

1) Políticas de Segurança Pública, justiça e penais;
2) Administração institucional de conflitos;
3) Conflitos, manifestações de violência e transformações sociais;
4) Segurança Pública e relações raciais;
5) Justiças Alternativas.

A programação conta ainda com minicursos, conferências e mesas-redondas com importantes nomes do nosso campo de estudos.

Editais

Seleção de bolsistas – Resultado da 1ª etapa e convocação dos candidatos classificados para a 2ª etapa

De acordo com o edital publicado nesta página, de seleção de bolsistas, segue a relação dos candidatos aprovados para a 2ª etapa (entrevistas), a ser realizada no dia 26/04/2019, das 14h às 16h.

ALANA NOGUEIRA VIEIRA
ALICE FAGUNDES DE ARAÚJO
ANA TEREZA SANTANA ERMOGENS
ARTUR RIBEIRO ALVES
EMANUELLE COSTA SALGUEIRO SANTOS
ESTHER MOURA JORGE OLIVEIRA
FELIPE DE OLIVEIRA PEREIRA
FERNANDA OLIVEIRA DOMINGOS
JOYCIELE CORREIA DE CARVALHO
FILIPE ALMEIDA SANTOS
FILIPE ROGER DE OLIVEIRA SOUZA
FRANCILEIDE ARAUJO
HELENA LINS QUEIROZ DOS SANTOS
ISAANE SODRE DE OLIVEIRA DOS SANTOS
JESSICA SOUZA NUNES
JÉSSICA TEIXEIRA MARTINS
JULIANA SOUSA GIL
LAURA DE SOUZA OLIVEIRA ARAÚJO
LAURA REGINA RODRIGUES
LEONARDO CRUZ DE OLIVEIRA
LEONARDO DOS SANTOS CORREIA
LETÍCIA DOS SANTOS D’UTRA COSTA
LIS DE ALMEIDA FÉLIX
LORENA MENDES DE FREITAS MARQUES
MARIA CLARA DOS SANTOS MAGALHÃES MARTINS
TIAGO ROCHA SANTOS
VANESSA ROCHA MENEZES

Confira o arquivo.

Editais

Seleção de bolsistas de iniciação científica

A Coordenação local do Projeto Chamada CNPq nº 22/2016 – Pesquisa e Inovação em Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas Tema: Cidadania, violência e direitos humanos, a ser desenvolvido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em colaboração com Laboratório de Estudos sobre Crime e Sociedade – LASSOS, Departamento de Sociologia – FFCH/UFBA, torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo de Estudante-candidato(a) a bolsa de Iniciação Científica – IC.

O projeto busca compreender a permanência histórica da legitimidade da violência letal como uma das mais marcantes características societárias do Brasil e, para tanto, diagnosticar, analisar e embasar políticas públicas que possam incidir sobre a redução da violência letal praticada e sofrida por agentes estatais, especialmente policiais civis e militares. Com base na análise do fluxo de processamento dos casos de mortes decorrentes de intervenção policial e de mortes de policiais no sistema de justiça criminal de cinco estados brasileiros, o projeto foi desenhado para ser uma plataforma inovadora de pesquisa e informação acerca do padrão de atuação das polícias brasileiras e da contribuição que as demais instituições encarregadas de prover justiça, ordem, direitos e segurança podem dar à modernização do modelo de segurança pública do país e ao fortalecimento da agenda de direitos civis e humanos propugnada pela Constituição Federal de 1988.

Entre outras coisas, é preciso estar regularmente matriculado(a) em um dos seguintes cursos de graduação da UFBA: Ciências Sociais, Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades ou Direito e Psicologia, com bom desempenho acadêmico, evidenciado pelo histórico escolar, com média geral igual ou superior a 5,0 (cinco).